Jump to content
Search In
  • More options...
Find results that contain...
Find results in...
  • Chatbox

    Lembre-se de ler as nossas regras!
    Load More
    You don't have permission to chat.
Sign in to follow this  
Guest HZ Bot

Cantoras homenageiam Marielle Franco durante show no Teatro Amazonas

Recommended Posts

Guest HZ Bot
img-3161.jpg

Artistas agradeceram oportunidade de mostrar a cultura e a força da mulher após shows (Foto: Patrick Marques/G1 AM)

O palco do Teatro Amazonas foi agitado por elas, nesta quarta-feira (21). O evento "Flor da Selva – Mulheres da Cena Musical Manauara" reuniu Lucinha Cabral, Anne Jezini, Djuena Tikuna, Lary Go & Strela e Vívian Gramophone em shows que valorizaram a cultura amazonense, da música indígena ao rap, em homenagem ao mês da mulher.

O evento teve início por volta das 20h, com uma apresentação da cantora Anne Jezini, que levou ao palco músicas do seu trabalho mais recente, o elogiado "Cinética".

Em seguida, o palco foi cedido para uma apresentação da banda Gramophone, liderada pela cantora Vivian. Uma das músicas foi dedicada a vereadora Marielle Franco (PSOL), assassinada no dia 14 deste mês no Rio de Janeiro “A música fala de luta por direitos e igualdade. Neste momento, decidimos dedicar a Marielle. Marielle Presente”, disse a cantora.

Após o show, Vivian comentou que busca derrubar barreiras e indiferenças com atitudes. "A banda é igual. Não existe diferença de gênero. Conversamos de igual para igual. Tenho essa conquista dentro da banda. Não sou muito de falar, mas os últimos acontecimentos com o caso Marielle mexeram muito comigo e me fizeram querer ser mais atuante", comentou a cantora.

Vivian e a banda Gramophone dedicaram música a vereadora Marielle Franco (Foto: Patrick Marques/G1 AM)

Em seguida, a cantora indígena Djuena Tikuna fez uma apresentação em que representou a luta de povos, respeito pelas mulheres e também homenageou Marielle Franco, antes de uma canção. “Somos a resistência indígena, somos a resistência negra e popular, somos a flor da selva, somos todos Marielle”, disse Tikuna.

Após o show, Djuena Tikuna disse ter sentido um orgulho ao se apresentar ao lado de outras mulheres e representar os povos indígenas, durante o evento. "Só de eu estar com outras mulheres que não são indígenas, dizemos no nosso povo que se chama união. Precisamos disso. Hoje, a sociedade é tão machista e devemos buscar respeito e igualdade", comentou.

Público ficou de pé e dançou junto com cantora Djuena Tikuna (Foto: Patrick Marques/G1 AM)

Com versos como “respeita as mina”, a dupla Lary Go & Strela trouxeram rimas fortes em raps sobre o estilo musical e empoderamento feminino. “Este é um dia especial, motivo de festa e alegria. É muito bom poder levar o Hip-Hop e rap para frente, nós como mulheres da cena”, disseram.

Lucinha Cabral encerrou a noite de “Flor da Selva” e trouxe uma apresentação em que performou músicas autorair de MPB em sua forte voz e violão. As canções falaram sobre a cultura amazonense.

O evento, em homenagem ao mês da mulher, fez parte do Programa Espaço Aberto, promovido pela Secretaria de Estado de Cultura (SEC).

Lary Go & Strela trouxeram rimas fortes em raps sobre o estilo musical e empoderamento feminino. (Foto: Patrick Marques/G1 AM)

Lucinha Cabral encerrou a noite de “Flor da Selva” com músicas de MPB. (Foto: Patrick Marques/G1 AM)

Fonte: G1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

×