Jump to content
Search In
  • More options...
Find results that contain...
Find results in...
  • Chatbox

    Lembre-se de ler as nossas regras!
    Load More
    You don't have permission to chat.
Sign in to follow this  
Guest HZ Bot

Municípios afetados pela estiagem no RS reclamam da falta de ajuda financeira

Recommended Posts

Guest HZ Bot
6569085.jpg
Municípios gaúchos que sofrem com a seca reclamam da falta de ajuda

Municípios gaúchos que sofrem com a seca reclamam da falta de ajuda

Diversos municípios do Rio Grande do Sul foram afetados pela estiagem neste verão, e aguardam há pelo menos três meses por ajuda financeira dos governos estadual e federal. Muitas dessas cidades decretaram situação de emergência e dizem precisar de auxílio para enfrentar a falta de chuva.

No caso de Cristal, na Região Sul do estado, o decreto de emergência já foi reconhecido pelos governos estadual e federal há mais de um mês, mas até agora o auxílio não chegou.

"Nós temos nesse plano de resposta recurso para cobrir pelo menos esse gasto de combustível. No entanto, não sabemos se efetivamente vamos receber", reclama a prefeita Fábia Richter.

Na Região da Campanha, os municípios de Bagé, Hulha Negra e Candiota enfrentam racionamento de água e na área rural o abastecimento é só com caminhão pipa. Em Candiota, o decreto também foi reconhecido, mas a prefeitura ainda não teve acesso aos recursos.

"A gente tenta minimizar a situação. Por enquanto, a gente tá só ajudando com água potável mesmo e aguardando as cestas básicas da Defesa Civil", afirma o coordenador da Defesa Civil de Candiota, Milton Zanatto Piazza.

Falta de chuva afetou diversos municípios do Rio Grande do Sul (Foto: Reprodução/RBS TV)

Em Hulha Negra, o decreto de emergência também foi reconhecido. O estado chegou a enviar 200 cestas básicas, mas, segundo o prefeito, não foi suficiente.

"Eu já cansei de dar explicação pro povo: 'olha, não chegou o sacolão, não chegaram as máquinas pra provocar uma água'. As pessoas estão perdendo aquilo que não tem. Nós precisamos de uma ajuda imediata", diz o prefeito Renato Machado.

Os prejuízos na agricultura e na pecuária são estimados em mais de R$ 1 bilhão. Números preliminares da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) no início da colheita apontam redução de quase 10% nessa safra, por causa da seca.

Até agora, 20 decretos de emergência foram reconhecidos, entre eles os de Cristal, Hulha Negra, Candiota e Bagé.

O coordenador estadual da Defesa Civil, coronel Alexandre Martins de Lima, informou que disponibilizou 35 tanques para transporte de água para 19 municípios, só que eles precisam retirar o equipamento em Porto Alegre. Depois que os decretos são reconhecidos, as prefeituras têm que mandar um documento com o pedido de ajuda.

Porém, a Defesa Civil alega que só recebeu solicitação "formal e completa" de auxílio da cidade de Hulha Negra e o pedido foi atendido.

O coronel explica que os outros municípios pediram socorro, mas não cumpriram as formalidades do sistema, o que impede o repasse.

Rios e lagos ficaram secos devido à estiagem no estado (Foto: Reprodução/RBS TV)

Fonte: G1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

×