Jump to content
Search In
  • More options...
Find results that contain...
Find results in...

Search the Community

Showing results for tags 'pubg'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Haze
    • Announcements & Updates
    • Official Files
    • User Central
  • Discord
    • Announcements & Updates
    • Hints
    • Bots
    • Tutorials
    • Support
  • Web development
    • CMS & Scripts
    • Codes
    • Tutoriais
    • Work in Progress
    • Support
    • Others
  • Games Development
    • Browser Games
    • Minecraft
    • Unreal Engine
    • Unity 3D
    • Cry Engine
    • JavaScript (HTML5)
    • Publish your Project
    • Support
    • Outros
  • Desktop Development
    • Codes
    • Tutoriais
    • Work in Progress
    • Outros
  • Graphic Design
    • Tutorials
    • Resources
    • Gallery
    • Support
  • O mundo fora...
    • Sales & Purchases
    • Mídia
    • Debates
    • Taverna

Product Groups

  • Account Modifications
  • Licenses

Categories

  • Officials
  • CMS & Layouts
    • Wordpress
    • HTML/CSS
    • PHP Script
    • Outros
  • Jogos
    • Habbo Hotel
    • Minecraft
    • Engines
  • Desktop
    • C#
    • Node
  • Design
    • Editáveis
    • Recursos de Imagens
    • Others

Categories

  • games
  • TV Shows
  • Technology
  • Cinema

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


E-mail


Facebook


Twitter


Skype


Discord


WhatsApp


Behance


DeviantArt


GitHub


Codepen


Outro

Found 12 results

  1. Olá pessoal, hoje dia 07/04 os testes começaram para o Paladins: Realm Royale, pra quem não sabe, o Realm Royale é o projeto que esteve lançado publicamente no começo do ano como Paladins: Battlegrounds e 2 dias após seu lançamento retirado dos servidores oficiais. O projeto foi renovado, fizeram várias modificações, o modo será um jogo separado do Paladins normal, seu nome foi alterado e várias outras questões de gameplays modificadas. Hoje pela tarde o HiRezChris divulgou uma nota em seu Twitter com alguns passos de como conseguir a chave para poder participar do alpha fechado. Foram reveladas imagens no fórum do Paladins e outras informações a respeito de como será o jogo e aqui está a tradução. "Obrigado por jogarem o Alpha Fechado do Realm Royale! Este é um pequeno teste técnico e de gameplay. Isto não é um produto finalizado -- polimentos virão em testes futuros. Horas de Operação Os servidores ficarão online por um período limitado a cada dia. Esperamos que os servidores fiquem disponíveis das 12:00 PM EDT até 06:00 PM EDT no sábado, 7 de Abril e domingo, 8 de Abril. Esses horários podem mudar -- veja os fóruns para detalhes! Problemas Conhecidos Os jogadores às vezes irão surgir embaixo do mundo na ilha inicial. Não se mova, pois você poderá cair do mundo e instantaneamente morrer! Você ainda poderá jogar normalmente assim que a partida começar. Números de dano podem às vezes indicar que você fez uma quantidade incomumente baixa de dano. Não se preocupe -- Os números estão bugados, e as armas estão causando os números corretos de dano. A casa que possui uma fornalha em Northport está sumida, e uma casa em Lumber Mill está bugada (jogadores não podem entrar em uma das portas). Chaves de Acesso A primeira onda de chaves de acesso foram enviadas para jogadores seletos que anteriormente participaram no teste do nosso modo battle royale. Estaremos aceitando inscrições para mais testadores em breve! Política de Stream/Gravação Durante a fase Alpha Fechado, os jogadores não devem e concordam em não fazer reviews, ou gravar gameplay, ou fazer live, mostrar publicamente ou de outra maneira compartilhar fotos de gameplay ou cenas, incluindo online. Nós notificaremos os jogadores em um momento mais tarde quando eles poderão fazer reviews e o conteúdo puder ser gravado e compartilhado. Sistema de Forja Conforme você procura armas, armaduras e habilidades, você terá a opção de desmontar esses itens ao pressionar E. Desmontar estes itens dará Peças, indicadas por um diamante amarelo na sua tela. Assim que você tiver coletado 100 Peças, viaje até uma Forja, indicada no mapa com o mesmo ícone. Tenha cuidado -- Outros jogadores poderão estar protegendo ou usando estas Forjas, já que existem apenas algumas no mundo. Quando você chegar na Forja, pressione E para começar a forjar. Isso irá largar suas peças no círculo e começar o processo de forja. Após dois minutos, suas Peças se tornarão uma habilidade ou arma Lendária aleatória. Lembre-se: Esta é a única forma de você conseguir armas Lendárias, então não se esqueça de forjar! Obrigado por testar, e nós veremos você no Realm Royale!" Você pode garantir sua key para participar dos testes aqui.
  2. O jogador e streamer brasileiro da organização norte-americana de esporte eletrônico Luminosity Gaming, Tiago "SkipNhO" Lannes, acaba de comunicar nesta terça-feira (16), durante a sua live stream, que está de saída do time. O principal motivo da sua tomada de decisão foi um desentendimento com outro player do seu time, Bruno "aXt" Habitzreuter. Toda a história começou quando aXt anunciou em seu Twitter, que está com uma nova lineup para disputar um qualify de um grande torneio de Playerunknown's Battlegrounds. Segundo SkipNhO, ele já tinha até criado o time na plataforma do torneio para disputar com os demais integrantes da LG, porém, ninguém entrou. E hoje, sem avisar, aXt teria postado seu novo squad. A coisa toda chegou até a sair um pouco do controle, quando os dois jogadores estavam em live stream e se destemperaram um com o outro ao vivo. Posteriormente, Skip chegou até a afirmar que a Luminosity nunca cumpriu com nada do que havia prometido, e que ainda assim, ele recusou diversos convites por estar na organização. Abaixo, você pode conferir o momento em que o fato aconteceu: Por outro lado, com este novo time criado por aXt, não se sabe que fim terá a line montada pela Luminosity. Em entrevista exclusiva dada para a XLG, durante a Comic Con São Paulo no fim de 2017, Joseph "Tecnosh" Touma confirmou que a LG realmente não treinava e deu suas explicações. Fonte: www.xlg.uol.com.br
  3. Oi pessoal, o Paladins postou recentemente uma notícia com algumas perguntas frequentes sobre o novo modo de Battle Royale que chegará em breve, confira: Desde o lançamento de Paladins Battlegrounds na HRX 2018, temos visto um enorme interesse, tanto dos nossos jogadores quanto dos veículos de mídia. Foi realmente incrível constatar que tantos jogadores curtiram muito o novo modo de jogo que experimentaram na HRX, we estamos ansiosos para que você também jogue Battlegrounds já no primeiro trimestre de 2018! O que é Paladins Battlegrounds? Paladins Battlegrounds é um modo de jogo totalmente novo que suporta até 100 jogadores simultâneos por partida. Os jogadores são colocados em grupos de 2 a 4 integrantes, e liberados em alguma parte de um gigantesco mapa. A partir daí, eles precisam lutar para sobreviver, achar tesouros e se manterem vivos até se tornarem o último time em pé. Paladins Battlegrounds vai chegar também nos consoles? Pode apostar! No que Battlegrounds é diferente dos outros modos de jogo de Paladins? Os outros modos de jogo de Paladins têm até 10 jogadores simultâneos, divididos em dois times. Battlegrounds traz até 100 jogadores ao mesmo tempo, divididos em muito mais equipes. Enquanto nos outros modos de jogo a ação se dá em uma mapa menor e mais objetivo, Battlegrounds tem um mapa gigantesco e apresenta um único objetivo: SOBREVIVER. O que diferencia Paladins Battlegrounds de outros jogos que se baseiam nesse conceito de sobrevivência? Como é um jogo de tiro com heróis, Paladins: Battlegrounds oferece uma experiência única. Cada Campeão tem suas armas e habilidades específicas, além da poderosa suprema que vai carregando enquanto se joga. Os jogadores escolhem um único Campeão e jogam apenas com ele durante toda a partida. Ao invés de mudar de habilidades e armas a cada vez que trocasse de personagem, ao manter sempre o mesmo até o fim do jogo faz com que o jogador consiga ficar mais poderoso conforme o jogo progride. Battlegrounds traz também vários itens que são únicos e exclusivos desse modo de jogo. Os jogadores exploram o mapa em busca de baús, ficando mais poderosos conforme eles vão evoluindo seu Campeão. Com as diferentes armas e os múltiplos estilos e habilidades pelas quais Paladins já é conhecido, os embates são travados de uma distância relativamente próxima permitindo vislumbrar a criação de estratégias interessantes. Os jogadores são encorajados a se envolverem em contendas o quanto antes, e sempre que possível. Os jogadores podem conjurar suas montarias pessoais, uma excelente maneira de cruzar as grandes distâncias do mapa e procurando por lugares estratégicos para se posicionar. Quando a vida de um personagem chega a zero, esse personagem se transforma em uma galinha. Como galinha, o jogador pode tentar fugir e procurar um companheiro de equipe para revivê-lo. Ainda que apresente algumas mecânicas conhecidas dos fãs de jogos de sobrevivência, Paladins Battlegrounds inova nessa fórmula bem popular para criar um jogo vibrante e intenso de combates constantes. Como funciona o desbloqueio dos Campeões em Battlegrounds? Haverá um grupo de Campeões gratuitos disponíveis, que será rotativo, e outro grupo de Campeões selecionado aleatoriamente que você poderá jogar, se tiver esses Campeões. Como Battlegrounds é um jogo ainda em desenvolvimento, essas mecânicas podem ser alteradas. Na prévia mostrada na HRX 2018, os jogadores puderam escolher entre 8 Campeões aleatórios: 2 tanques, 2 suportes, 2 dano e 2 flancos. Todos os jogadores têm acesso ao mesmo grupo de Campeões a cada partida. Como funciona a obtenção de tesouros dentro do jogo? O enorme mapa da ilha contém inúmeros baús de tesouros com itens que te deixam mais poderoso. Matar os outros jogadores permite que você se aposse de qualquer um dos itens que eles tiverem coletado. Ocasionalmente, zepelins jogarão baús lendários especiais. Esses baús são especiais e contém melhorias poderosas, mas consegui-los é um grande risco, já que vários jogadores estarão em busca desses baús, e normalmente a área precisará ser assegurada antes de se conseguir chegar ao tesouro. Eu posso só me esconder e ficar de tocais durante o jogo todo? Se esconder e manter-se furtivo é uma estratégia crucial, mas ficar escondido pode ser temerário, já que você terá que ir em busca de tesouros para conseguir equiparar o seu poder com o dos outros jogadores. Como os jogadores têm acesso às suas armas e às suas habilidades imediatamente, eles podem começar a briga com outros jogadores no ato. Conforme o jogo avança, uma neblina mortal cresce das beiradas do mapa, obrigando os jogadores a migrarem para o centro, ficando mais em contato uns com os outros. O segredo do sucesso, portanto, será saber quando lutar, e quando fugir e se esconder. Quantos jogadores Paladins Battlegrounds suporta? Esse modo de jogo suporta até 100 jogadores. Quão grande é o mapa da ilha? A ilha tem mais ou menos 4,5 quilômetros quadrados e 50 diferentes cidades e vilas. A ilha é aproximadamente 350 vezes maior do que os mapas comuns de cerco de Paladins. Quanto tempo dura uma partida? Se você for morto rápido, ela não dura muito! Ainda bem que os jogadores que morrerem podem logo em seguida entrar em outra fila de outro jogo, e tentar a sorte novamente. Mas normalmente, o vencedor sai depois de 20 ou 30 minutos de partida. Quando esse mdo de jogo Battlegrounds será lançado? A gente apresentou uma versão bem inicial, pré-alfa de Paladins Battlegrounds, na HRX 2018. Nossa expectativa é lançar a primeira versão jogável ainda no primeiro trimestre de 2018. Estamos trabalhando (muito) para isso! Quanto custará para jogar Paladins Battlegrounds? Como o resto do jogo, o modo Battlegrounds será grátis para jogar e será incluído em Paladins sem qualquer custo. Como o modo Battlegrounds se parece com o antigo modo Sobrevivência de Paladins? No começo da fase beta, Paladins tinha alguns mapas muito maiores e um modo de Sobrevivência, que tinha também a neblina mortal que convergia para o centro. Paladins Battlegrounds é muito maior do que qualquer outro modo de jogo atual e oferece uma experiência totalmente nova de jogo, tendo como base os personagens já conhecidos que todo mundo ama. Há alguma nova restrição técnica ou novo requerimento mínimo do PC relacionado ao modo Battlegrounds? Os requisitos mínimos ainda estão sendo trabalhados e definidos conforme o jogo está sendo desenvolvido e testado.
  4. Que o Neymar volta e meia investe seu tempo nos games, não é surpresa pra ninguém. Ainda assim, ver o jogador do Paris Saint-German surfando a onda do Playerunkown's Battlegrounds foi algo muito legal de se ver. O menino Ney passou boa parte da noite de ontem jogando PUBG com alguns streamers brasileiros, começando na transmissão de crisguedes e depois indo parar em uma partida customizada com outros personagens famosos da Twitch no brasil: Tecnosh, aXt, LuladoPUB, SkipNhO e outros. A participação de Neymar começa a partir da marca de 7:18:27 no vídeo abaixo: Assista a LG Tecnosh. lolzinho depois player unknown battle hacks de Tecnosh em www.twitch.tv Depois de participar de uma partida customizada que contou com grupos de 10 jogadores, parece que o bichinho do PUBG também picou o jogador de futebol, que foi na manhã de hoje (09/01) ao Twitter pedir diretamente para Brendan Greene, criador do jogo, para também poder criar o seu próprio servidor custom. O tweet diz: "Hey, Playerunknown, posso ter meu próprio servidor personalizado? Por favor!". Greene, diga-se de passagem, também já havia twittado durante a noite sobre a agradável surpresa que foi a participação de Neymar no jogo: Até agora não houve uma resposta por parte da equipe do PUBG sobre a possibilidade de o jogador brasileiro conseguir criar uma partida para chamar de sua – mas, se depender da vontade da galera que foi reforçar o pedido no Twitter, isso não deve demorar a acontecer. Será que vem um Neymar streamer por aí? Fonte: www.voxel.com.br
  5. A PUBG Corporation, responsável por PLAYERUNKNOWN’s Battlegrounds, divulgou na última quinta-feira (11) um pedido de desculpas aos jogadores do game no PC. Aparentemente, problemas na versão 1.0 do jogo fizeram com a que a distribuição dos BP Points (a moeda interna do jogo) fosse feita de forma incorreta durante as partidas. “Gostaríamos de oferecer nossas mais sinceras desculpas aos usuários que não conseguiram aproveitar totalmente o game porque o BP não estava sendo distribuído corretamente, algo que ocorreu após o lançamento da versão 1.0 no PC até a manutenção do dia 27 de dezembro”, afirma o texto divulgado pela empresa. A desenvolvedora está oferecendo compensações aos jogadores afetados em diferentes levas, então pode demorar um pouco até você receber seus pontos caso tenha sofrido com a situação. Os jogadores que receberem o BP adicional têm até o dia 9 de fevereiro para resgatá-lo, mesmo que o alerta mostrado pelo game ainda surja em sua tela. Jogadores querem isolar a China Apesar de o pronunciamento da PUBG Corp se focar na distribuição incorreta de BP, o tópico relacionado ao assunto foi dominado por outro assunto: os jogadores chineses. Com mais de 350 páginas, a discussão está repleta de pessoas exigindo que a empresa cria travas de região para essa região específica. O argumento é antigo: ao impedir que os chineses tenham acesso a outros servidores do game, as partidas teriam uma redução considerável no número de cheats. Muitos jogadores estão reclamando que a versão “invasão chinesa” está fazendo com que a maioria das partidas se torne inviável caso uma medida não seja tomada. O criador de PUBG, Brendan Greene, já falou publicamente sobre o tema e disse considerar absurda a ideia de banir um país inteiro por conta de alguns poucos trapaceiros. “Sim, a maioria dos cheaters vem da China, mas isso não significa que todos os chineses são trapaceiros. A ideia de que, porque você tem alguns ovos ruins, tem que banir um país inteiro é um pouco reativa”, afirmou. “Eles amam o jogo. Por que você iria restringi-los de jogar nos servidores? Eu simplesmente não entendo essa atitude de algumas pessoas”. Fonte: www.voxel.com.br
  6. Battlegrounds é o mais novo modo do Paladins a ser anunciado. Seu lançamento é previsto para Março de 2018 e ele promete trazer um modo inovador não só para o Paladins, mas para o gênero de sobrevivência. Em entrevista ao WCCFtech durante a HiRez Expo 2018, Todd Harris, o COO da Hi-Rez Studios falou sobre o novo modo de jogo. Hey Todd! Nós estamos no Hi-Rez Expo 2018, onde vocês estão fazendo campeonatos de Smite e Paladins, mas tivemos também algumas novidades esse final de semana com o anúncio do Paladins: Battlegrounds. Você pode falar um pouco sobre o Battlegrounds, especialmente para aqueles que ainda não conhecem o Paladins, mas já ouviram sobre Battlegrounds antes em outro contexto? (Risos) Sim, tem um bom motivo para soar familiar. O que tentamos fazer com o Battlegrounds é simples: aproveitar alguns elementos do gênero Battle Royale que nós gostamos como jogadores. Esses elementos são um mapa gigante, um monte de jogadores (100 de uma única vez por enquanto), e alguns elementos em baús e equipamento, para finalmente o último sobrevivente vencer. A questão era, podemos oferecer uma maneira inovativa desse modo usando os campeões do Paladins? Porque no Paladins você não é somente um cara, ou uma garota, com uma arma. Você é um herói, ou um Campeão, com um kit completo. Você tem uma arma única, tem suas habilidades e todas elas funcionam em conjunto. Tem também várias estratégias envolvendo cartas e itens. Então pegamos esses conceitos e trouxemos para o Battlegrounds. No final, é super divertido. Você desce de uma nave para um mapa gigante que é atualmente 300 vezes maior que nosso maior mapa no Paladins. Você nasce em um time com outros 3 aliados de diferentes classes. Como um time, você anda pelo mapa, acha equipamento nos baús ou matando outros jogadores. Esse equipamento vai de comum a épico, até chegar ao lendário. Eles trazem status que mudam totalmente sua experiência, como 100% mais dano para o seu personagem. Vocês batalham conforme a névoa vai se fechando, o que é bem divertido. É definitivamente, em vários aspectos, bem familiar com o que todos conhecem dos jogos Battle Royale. Ao mesmo tempo, é bem único. Depois de jogar um pouco o modo, podemos dizer que ele preenche todas os aspectos de um Battle Royale: mapa grande, 100 jogadores e recursos. No entanto, seus campeões tem um kit inteiro para usar, ao invés de começar sem nada esperando encontrar uma primeira arma. Então, ao invés de ficar procurando bons equipamentos, o foco é deixar os jogadores mais focados em escolher suas batalhas e decidir se aquela luta compensa ou não? Sim. É muito menos sobre se esconder em banheiras e mais sobre confrontos (risos). Muito da mecânica é baseada em encorajar os encontros ou, como você mencionou, fazer uma decisão se aquela luta vale ou não a pena, ao invés de levar um tiro através de uma janela – o que acontece direto comigo quando jogo esse tipo de jogo. Como vocês decidiram sobre a seleção de personagens? Eu percebi que tem dois de cada classe. Essa escolha é por acaso? É aleatória. É algo que trouxemos para o teste público. A ideia atual é dar aos jogador oito Campeões, dois de cada classe do jogo. Pelo menos um de cada estará disponível gratuitamente para todos. É basicamente randômico agora, com dois de cada classe. Nós vamos acompanhar os algoritmos e ver se aparecem certos padrões de jogo ou se alguns Campeões são menos viáveis. Isso é aleatório para cada time? Como você evita que todos do time escolham os mesmos quatro campeões toda vez? A seleção é aleatória, mas consistente para todos os times. Então todos irão escolher entre as mesmas oito opções, sendo justo no sentido de que todos tem o mesmo pool de campeões para escolher. Eles tem liberdade de pegar 4 Kinessas se quiserem. No entanto, se fizerem isso não terão, por exemplo, um healer no time, que pode ser muito valioso no final do jogo. Temos já alguma ideia de data de lançamento? Nosso objetivo é que dentro de 2 meses, pelo menos para PC, o jogo possa ser jogado de alguma forma. No final de março, nós queremos que esse modo esteja entre as filas do Paladins. Pensando no futuro e, uma vez que eSports é o motivo de estarmos na HRX 2018, vocês vêem o Battlegrounds tendo um lugar no seu panteão de jogos competitivos? Veremos. Nós sempre analisamos o que a comunidade quer, uma vez que não podemos forçar isso. Eu acho e posso apostar que, se o jogo se tornar popular, no próximo ano teremos algum formato de torneio para o Battlegrounds. Mas é menos provável que tenhamos uma liga regular para ele. A estratégia de monetização do Paladins será a mesma no Battlegrounds? No que os jogadores poderão investir dinheiro no jogo? Será consistente com o Paladins. Qualquer skin que você comprar poderá usada em qualquer modo de jogo. Você tem cartas que você pode usar no jogo. Nós damos aos jogadores as cartas em um nível mais baixo, e elas podem ser evoluídas para ficarem mais fortes. No futuro, teremos um elemento de monetização nas cartas. Qualquer campeão que você destravar, estará disponível em todos os modos. Indo um pouco além, para o vai e vem da briga que vimos entre a Bluehole do PlayerUnknown Battlegrounds e a Epic Games, com o Fortnite, vocês tem algum tipo de preocupação com eles, principalmente por usar o termo Battlegrounds? Temos zero de preocupação com isso. Como desenvolvedores, nós reconhecemos os jogos que vieram antes e ajudaram a estabelecer algumas convenções e inovaram em alguns novos e interessantes jeitos. Se você inova do jeito certo e arrisca de uma nova maneira, o público tem que decidir se eles gostam ou não. Não temos nenhuma outra preocupação além dessa. E sentimos que existe bastante inovação no caso do Paladins Battlegrounds. Em entrevista ao site PCGamer, o presidente da Hi-Rez, Stew Chisam explicou que o termo Battlegrounds remete às lutas em grupo que aconteciam nos campos abertos dos antigos MMOs. De qualquer maneira, “temos que lembrar que para nós é apenas um modo de jogo, como o Cerco ou a Conquista, então ele não fará parte do marketing principal do jogo”, acrescenta ele. Fonte: www.esportsprobr.com.br
  7. Com o sucesso de PUBG, o gênero Battle Royale tem gerado novos jogos e atraído muita atenção de jogadores e desenvolvedores. Mas a mais nova adição à lista de jogos desse gênero é uma que ninguém esperava: O Hero-shooter Paladins. O novo modo, chamado Paladins:Battlegrounds, é certamente a primeira vez que um jogo do gênero, caracterizado por sua competitividade focada em times e gameplay focado em objetivo, tenta algo tão diferente da fórmula. O mapa será, segundo a desenvolvedora Hi-Rez, mais de 300 vezes maior do que um mapa regular do jogo, e vai envolver a exploração e briga por armas e equipamento, o que foge um pouco da fórmula tradicional dos Hero-Shooters (fato destacado no trailer acima). Nesse jogos, o uso de “equipamento” está geralmente limitado a itens que aumentam o poder de certos ataques ou habilidades(como as cartas equipáveis por heróis no jogo normal). Ainda não há informações sobre como outras mecânicas, como as ultimates dos heróis, serão implementadas no novo modo de jogo. A desenvolvedora disse que o jogo será feito com esquadrões em mente, o que faz sentido dadas diversas habilidades e até heróis que são focados em ajudar seus colegas de equipe. O trailer lançado pela Hi-Rez é puramente cinemático, e não está claro exatamente como a escolha entre diferente heróis afetará a jogabilidade. O modo Battle Royale não é o primeiro novo modo adicionado ao jogo, com um modo Deathmatch já estando disponível no beta mais recente do jogo. Paladins também não é o primeiro jogo a adicionar um modo Battle Royale após o seu lançamento, com outros games como Fortnite e Warface já tendo feito inclusões similares para seus jogadores. O modo de jogo ainda está “em fase inicial de desenvolvimento”, e deve ser lançado ainda em 2018 para PC e Consoles.
  8. Resetado

    Olá! Estou com um problema! Pode me ajudar? Me falem jogos no modo do PUBG de graça..
  9. Playerunknown’s Battlegrounds vem fazendo muito sucesso no PC e no Xbox One. O título da PUBG Corp. não se cansa de bater recordes de vendas e jogadores online simultaneamente. Sem dúvidas, a maior surpresa de 2017. E é claro que os donos do PS4 também querem participar da festa, mas isso pode levar muito mais tempo. De acordo com Chang Han Kim, CEO da corporação, se surgir uma oportunidade, a empresa lançará sim seu jogo para todas as plataformas, mas que no momento ele continuará sendo exclusivo do Xbox, nos consoles. Em conversa com Inven Global, o executivo explicou que a Steam e o Xbox One possuem programas de pré-lançamento pouco restritivos, enquanto a Sony é “muito rigorosa” quando se refere a qualidade dos jogos. Algo semelhante ao que aconteceu com o jogo ARK: Survival Evolved, quando a Sony não permitiu que o jogo fosse lançado sem nível de qualidade ‘aceitável’. Então, até que o jogo esteja concluído no console da Microsoft, ele não será lançado no PlayStation 4. O que pode levar muito mais tempo do que o esperado, já que a PUBG Corporation ainda não tem um cronograma específico para conclusão do mesmo.
  10. A BlueHole e a Microsoft liberaram hoje uma tabelona gigante com todos os horários em que PlayerUnknown’s Battlegrounds será lançado no Xbox One ao redor do globo. Apesar da data de lançamento de PUBG ser 12 de dezembro, o jogo chega realmente em horários diferentes do dia de hoje, 11, mas quais horários? Bom, como de costume, em diversos horários diferentes dependendo do país, e é possível que jogadores da Austrália e da Nova Zelândia demorem um pouco a encontrarem partidas logo que o jogo for lançado, mas isso provavelmente vai melhorar conforme o dia avança. No Brasil, o jogo fica disponível a partir das 23 horas de hoje, ou seja, é possível que você consiga o seu primeiro Chicken Dinner antes mesmo do dia 12. Além dessa novidade, a Microsoft liberou como será o esquema de controle do jogo, desenvolvido em conjunto entre a PUBG Corporation e a The Coalition, estúdio por trás de Gears of War:
  11. Após quase um ano de vida, mais de 24 milhões de cópias vendidas e três milhões de jogadores diários, PlayerUnknown’s Battlegroungs finalmente tem uma data de lançamento. A versão 1.0 do título, a primeira efetivamente final, chega ao PC em 20 de dezembro. O anúncio foi feito na noite desta quinta-feira (07), durante a transmissão do The Game Awards 2017. Datas, aliás, foram um dos grandes assuntos dos desenvolvedores durante o evento. A PUBG Corporation não apenas revelou quando o título chega em versão completa, mas também revelou que o acesso antecipado da versão Xbox One começa no dia 12 de dezembro, trazendo pela primeira vez aos consoles, e de maneira exclusiva, o game que vem chamando tanta atenção nos computadores. Com a chegada da primeira versão definitiva de Battleground, chegam também algumas novidades que se concentram, principalmente, em alterações de jogabilidade. Agora, os jogadores podem saltar barreiras ou entrar em casas pelas janelas. Eles também ganham novas armas e miras aprimoradas para os rifles de precisão, tornando os tiros mais precisos, mas também tornando mais arriscado o uso das armas, pois elas exigem que o personagem fique parado para melhorar os disparos. Os carros também receberão mudanças, tendo sua dirigibilidade adaptada para se tornar mais realista, com menor consumo de gasolina e controles mais adequados. Por fim, a desenvolvedora realizou mudanças na interface de usuário e nos sons, mais uma vez tendo as armas e os tiros como foco principal. Novo mapa A chegada da versão final de Battlegrounds também abre as portas para a maior adição ao título desde seu lançamento: um novo mapa. Chamado Miramar, essa região desértica traz casas abandonadas, usinas e unidades militares desprezadas, além de bastante verticalidade com montanhas e cânions. Mostrado em versão completa pela primeira vez durante o The Game Awards, o novo cenário ainda não tem data de lançamento final, mas já está disponível para os jogadores nos servidores de testes do título. A ideia, claro, é experimentar, de forma que a produtora possa fazer ajustes e acertar a jogabilidade. Foi justamente o caráter de acesso antecipado de PlayerUnknown’s Battlegrounds que levou a muita discussão nas semanas posteriores ao The Game Awards. Ao ser indicado a jogo do ano, o título concorria com outros jogos finalizados, como The Legend of Zelda: Breath of the Wild e Persona 5, em uma situação que levou muitos jogadores a questionarem a validade da nominação – e também especularem sobre um possível lançamento antes da premiação. No fim das contas, não houve polêmica. PlayerUnknown’s Battlegrounds não ganhou nenhuma das duas categorias a que estava indicado. Por mais que tenha sido um dos grandes assuntos da cerimônia, isso aconteceu por conta do anúncio de um novo mapa, que deve trazer grandes mudanças para um título que já nasce consagrado. Fonte: PUBG
  12. Foi anunciado em maio que PUBG estaria para receber um novo mapa, descrito como um deserto devastado pela guerra. Algumas prévias e desenhos do mapa foram lançados desde então, mas nada próximo de uma versão final. Agora, uma versão do novo update chegou aos servidores de teste, permitindo que jogadores usem as novas mecânicas de pulo e escalada para chegar áreas do mapa que eram antes inacessíveis. Também foram feitos ajustes à mecânica balística do jogo, reduzindo a precisão de armas à longo alcance e considerando resistência do ar nos disparos.Isso faz com que as balas percam velocidade em tiros de longa distância, o que deve dificultar a vida dos snipers de plantão. Nas Patch notes, os desenvolvedores também comentam estar adicionando novas medidas de detecção para parar cheaters, e dizem que o número de jogadores usando cheats diminuiu em 25% devido a esses esforços. Junto com essas mudanças, porém, veio uma versão inicial do novo mapa e modelos de novos veículos e armas escondidos entre os arquivos. O usuário Bizzfarts do Reddit descobriu uma foto do novo mapa, assim como modelos para três novos veículos – um jet-ski, uma van e uma pick-up- e o modelo para um novo rifle. O mapa contém várias localizações com nomes placeholder, como Murderland, Zombie e Desolation, que devem ser trocados antes do o mapa ficar disponível para teste. Os desenvolvedores disseram que o update deve estar disponível para todos os jogadores em breve. A caminhonete já foi confirmada no Twitter oficial, confiram a imagem. Lembrando que o game será lançado ainda esse mês para Xbox One, no dia 12 de Dezembro.
×